Piragibe

piragibeRaimundo Piragibe Gomes de Magalhães nasceu no Ceará em 6 de maio de 1918 e fez sua estréia como atleta do Flamengo em julho de 1945, foi fiscal da guarda civil da E. F. Central do Brasil nos anos 40 e instrutor da Escola de Polícia nos anos 50 na capital federal da época, Rio de Janeiro.

Piragibe tinha como principal adversário o seu companheiro de equipe Baianinho, em uma época que os atletas lutavam contra seus próprios colegas de clube. Piragibe foi um dos atletas amadores mais violentos de seu tempo e constantemente desclassificado por “foul” (como as penalidades eram chamadas no Catch).

piragibe2Seu primeiro professor de Luta Livre foi o campeão amador Max Wolf, combatente e herói de guerra morto nos campos de batalha da segunda grande guerra mundial.  Posteriormente completou seu treinamento com maior lutador e treinador que já existiu na Luta Livre brasileira, o campeão Tatu.

Assim como Baianinho, seu golpe preferido era o estrangulamento com chave de rins.

Campeão de Luta Olímpica

Correio da Manhã, 30 de abril de 1949
Correio da Manhã, 30 de abril de 1949

Piragibe foi campeão carioca no primeiro campeonato de Luta Olímpica realizado no Brasil, assegurou sua posição na seleção nacional desde 1948 até meados da década de 1950.

Disputou vale-tudo quando desafiado durante uma década, apesar de ter ressalvas contra a modalidade e preferir sempre nas regras da Luta Livre tradicional, como declarou por diversas vezes.

piragibe3No Brasil o ProWrestling era chamado de espetáculos ou luta no mole, Catch tradicional era finalização ou encostamento de ombros, luta no duro quando valia cuteladas e vale-tudo quando estava liberado todos os tipos de golpes ou luta livre americana (No Holds Barred). Os atletas de Catch lutavam de verdade e participavam de todo tipo de competição, diferente da época do Telecatch aonde os participantes eram apenas artistas e não lutadores.

Continuou fiel a seu mestre Tatu até a aposentadoria deste.

2 opiniões sobre “Piragibe”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.